VISUALIZAÇÕES

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Na tradição da Igreja, a primeira sexta-feira do mês é dedicada à meditação do mistério da entrega de Jesus na cruz, por nosso amor, tornando presente a memória da Sexta-Feira Santa. Não é recordar apenas a dor e o sofrimento, como se fosse um dia triste, mas sim o dia de celebrar o extremo do amor de Jesus por todos nós. Por isso, ao recordar este amor, também se vive de modo mais intenso a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A primeira sexta-feira é um dia particular, de uma grande profundidade e beleza. Centra o cristão no essencial da manifestação de Deus como Aquele que vem a nós, morre pelos nossos pecados e salva-nos pela sua cruz.

PE.ELFREM